Pesquisa do Blog

30 de nov de 2009

Arroz chop suey

Talvez, um toque oriental para o Natal.

Que tal?

Ingredientes:

2 colheres de sopa óleo

2 peitos de frango em cubinhos ou 1 xícara de chá camarão

1 xícara de chá presunto em cubinhos ou em tirinhas

1 xícara ou chá de ervilha

1 xícara de chá de cenoura ralada

1 xícara de chá de cebolinha verde picadinha

1 xícara de vagem picada em diagonal

4 xícaras de chá de arroz cozido

2 ovos ligeiramente batidos

Gotas de óleo de gergelim (não deixe de fazer se não tiver)

1/2 xícara de chá de molho shoyo

Modo de Preparo:
Frite os ovos como se fosse fazer uma omelete, corte em tirinhas e reserve.

Doure o frango ou o camarão no óleo e acrescente o presunto, as ervilhas, a cenoura, a vagem, a cebolinha e refogue um pouco. Misture ao arroz, os ovos e tempere com o óleo de gergelim e o shoyo.

Misture bem, deixe apurar um pouco e sirva.

27 de nov de 2009

Sericaia


Para os patrícios matarem as saudades da terrinha ...uma receitinha de origem portuguesa - Sericaia do Alentejo, a sobremesa mais apreciada das freiras dos conventos de Elvas e Vila Viçosa (dizem que as irmãs fazem a melhor siricaia da região).

No entanto, aqui em nossa receita de hoje, a siricaia ganha uma versão nova, ou uma pitadinha a mais com cara de comidinha mineira, só para ficar ainda melhor (se é que isso é possível)... Ô trem bom sô!


Ingredientes:

100 g de uvas passas se caroço

1/4 de xícara de vinho branco

6 pães franceses amanhecidos

2 xícaras de leite

6 colheres (sopa) de açúcar

1 ovo

1 colher (chá) de fermento em pó

1 colher (sopa) de farinha de trigo

250 g de minas fresco

Margarina para untar

1/2 xícara de açúcar misturado com canela em pó a gosto para polvilhar


Modo de preparo:

Coloque as uvas passas de molho no vinho branco e complete com água até cobrir as uvas.

Corte os pães em fatias finas e coloque em uma tigela grande.

Misture o leite e o açúcar e despeje sobre os pães. Deixe descansar por cerca de 20 minutos, até os pães ficarem bem molhados. Esfarele o pão com as mãos até formar uma massa.

Adicione o ovo, o fermento e a farinha e misture bem.

Rale o queijo no ralador grosso. Reserve.

Escorra as uvas passas. Reserve.

Unte uma forma redonda com furo central ou um refratário, com margarina e farinha de trigo.

Coloque uma camada fina de massa, uma de queijo ralado, um pouco de uva passa e polvilhe com bastante açúcar e canela. Vá repetindo as camadas até terminar. A última deve ser de massa.

Polvilhe com açúcar e canela e leve ao forno quente por cerca de 45 minutos.

Desenforme e sirva quente ou frio.


Dicas:

Substitua a uva passa por ameixa sem caroço picadas, ou nozes picadas (sugestão para o Natal).

Esta receita pode ser congelada por até dois meses.

26 de nov de 2009

Estrogonofe de Bacalhau


Esta é a nossa primeira sugestão de cardápio para o Natal.



Ingrediente:
600g de bacalhau (1 kg de bacalhau serve até 8 pessoas)
3 colheres de sopa de azeite
3 dentes de alho picados
4 cebolas grandes picadas
4 tomates grandes picados sem pele e semente
1/2 xícara de conhaque
1 maço de cheiro verde picado
1 xícara de queijo parmesão ralado
2 vidros de cogumelos cortados em lascas
1 lata de creme de leite
Sal, orégano, alecrim e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Na véspera, deixe o bacalhau de molho em água na geladeira (para conservar o sabor e a qualidade do produto) durante um dia, trocando a água 8 vezes. No dia seguinte, basta escaldar (evite ferver), cubra com água quente, deixe esfriar e desfie toda a carne, retirando as espinhas. Reserve.

Em uma panela grande, esquente o azeite e refogue a cebola e o alho. Acrescente os tomates bem picados e deixe em fogo baixo até se desfazerem. Adicione o conhaque, tempere com sal, orégano, alecrim e a pimenta do reino. Junte o cheiro verde, o bacalhau desfiado e os cogumelos. Tampe e deixe apurar um pouco. Retire do fogo, acrescente o queijo parmesão ralado e o creme de leite. Misture bem e sirva com arroz e batata palha.

Dica: O tempo de dessalge está diretamente relacionado à espessura da posta. Ou seja, quanto mais alta a posta, maior o tempo de salgue.

Tempo de molho de salgue:
Desfiado: 6 horas
Postas normais: 24 horas
Postas grossas: 40 horas
Postas muito grossas: 48 horas (lavar em água corrente, deixar de molho e trocando a água a cada 6 horas)

24 de nov de 2009

Hoje é 24/11/09... faltam apenas 1 mês...

Faltam apenas 1 mês para o Natal (nossa como passou rápido este Ano) ...

E onde está o Peru de Natal?

Alguém viu?

Ele precisa engordar mais um pouquinho , até o Grande Dia...Onde está?



Já é quase Natal, o pisca-pisca das luzes,o corre-corre das compras de presentes, tudo fica mais bonito com a proximidade desta data.

Esperamos que para você, o Natal signifique muito mais que o reencontro com a Paz, e a conquista da sua mais válida querência.

Esperamos muito, muito mais pra você.

Esperamos sobre tudo estar sempre junto, nos anos vindouros , compartilhando idéias e sabores.


23 de nov de 2009

Bolo verde do Hulk

Gostoso, super fácil, perfeito para o fim de tarde...

Ingredientes:
4 ovos
1 copo de 200 g de iogurte natural
3/4 medida do copo de iogurte de óleo
1 pacote de gelatina sabor limão
2 xícaras de farinha de trigo
3/4 xícara de açúcar
2 gotas de corante alimentício verde (opcional), mas sem dá certo,só que fica um verdinho um pouco mais claro
1 colher de sopa de fermento em pó

Para a cobertura:

1 lata de leite condensado
Suco de 2 limões

Modo de preparo:

Primeiro, bata no liquidificador os ovos, o iogurte e o óleo. Reserve
Acrescente em uma tigela os demais ingredientes e o conteúdo do liquidificador (o fermento deve ser colocado por último, e após tudo muito bem misturado).

Cubra somente o fundo de uma assadeira (assadeira comum sem buraco) com papel toalha, e pode esquecer a lateral (veja foto de como funciona esta dica, na receita do "bolo de abóbora com coco"). Desta forma você não irá necessitar untar e nem enfarinhar a assadeira. Ok.


Despeje a massa na forma e leve para assar em forno pré-aquecido a 160° por 30 a 40 min.

Retire do forno, deixe amornar para desenformar (passe uma faca na lateral da assadeira) e em seguida coloque a cobertura.

Para a cobertura:

Bata no liquidificador o leite condensado com o suco de limões e cubra o bolo.

Dica:
Você pode fazer: o bolo da Barbie - use gelatina de morango, ou bolo do Bob Esponja - use gelatina de abacaxi...Bem, o sabor da gelatina e da brincadeira você decide.

Creme de milho

Super fácil, nutritivo e econômico,ou seja: Bom, bonito e barato... Experimente esta receita simples preparada com muito carinho e sabor.
Ingrediente:
1 lata de milho verde com um pouco da água
1 lata medida de leite comum
1 colher de sopa de maizena
1 cubo de caldo de galinha ou de legumes
Alho e cebola picada, orégano e salsinha a gosto

Modo de preparar:
Bata o milho, o leite, a maisena e o caldo de galinha no liquidificador, e se quiser deixe alguns milhos inteiros para misturar ao creme. Reserve.
Em uma panela com um pouco de óleo ou manteiga, refogue a cebola e o alho picado. Adicione o milho batido, em fogo médio deixando cozinhar por uns 3 minutinhos, mexendo sem parar até formar um creme, coloque a salsinha e o orégano, acerte o sal se achar necessário e se quiser adicione os milhos inteiros reservados.
Sirva acompanhando arroz branco, um franguinho, batata palha ou até mesmo um churrasco.









22 de nov de 2009

Como fazer Nhoque

O nhoque ou inhoque (forma aportuguesada da palavra italiana gnocchi) é um prato amplamente difundido no mundo todo. Freqüentemente preparado com massa cozida a base de batata, farinha de trigo, ovo, molho de sua preferência e queijo parmesão ralado.


Esta dica é para todos que tenham dúvida quanto ao preparo de nhoque, e em especial para a querida Ana Carolina, junto com um beijo enorme da Dinda.

1-Para a massa: a cada 1 quilo de batata cozida e espremida (ou mandioquinha), use sempre 300 gramas de farinha de trigo


2- A cada quilo de batata e 300 gramas de farinha, adicione 1 ovo; além de deixar mais saboroso, melhora a liga (mexa com uma colher o mínimo possível, apenas para agregar todo os ingredientes).


3- As batatas mais velhas são melhores, por serem mais secas, porem qualquer batata pode ser utilizada.

Uma dica: cozinhe-as no microondas. Lave bem as batatas com casca. Fure-as com um garfo várias vezes e em diversos pontos. Leve as batatas ao microondas ao redor e próximo da borda do prato giratório, em potência alta por 4 a 15 minutos se forem médias e por 9 a 25 minutos se forem grandes. Vire-as na metade do tempo de um lado para o outro para assarem por igual. Não há necessidade de tirar a casca depois de cozida, basta amassá-las.

Desta forma também serve para fazer purê de batata ou batata assada e recheada.

Ex.: 6 batatas médias levam 4 minutos de cada lado ou 8 minutos no total. O tempo depende da quantidade e do tamanho da batata, e atenção: se passar demais elas ficarão duras. Verifique o tempo certo espetando um garfo após alguns minutos, se estiver cozido o garfo penetrará com facilidade e ai estará no ponto.


4- Para dar mais sabor ao nhoque básico, use 70% de batata comum e 30% de batata doce (opcional).


5- Cozinhe a farinha antes de usá-la: coloque-a em uma frigideira, em fogo médio, por 15 minutos, até que fique ligeiramente dourada (atenção para não torrar). Então, peneire. Dessa forma, ela ficará menos úmida e o nhoque não desmanchará ao cozinhar (o risco disso acontecer é mínimo).

Mas, se não quiser você pode utilizar a farinha ao natural. Ok.


6- Mexa a massa o mínimo possível. O manuseamento faz com que a água se desprenda da batata. Use as mãos somente para e fazer os rolinhos, que deverão ser cortados aproximadamente na grossura do dedo médio e 3 centímetros de comprimento. Para facilitar, utilize uma inhoqueira (aparelho comprado em lojinhas de R$ 1,99).


7- Cozinhe somente em água e sal. Adicionar óleo fará com que o nhoque fica “liso” e não pegue o molho que será colocado sobre ele.


8- Quando subirem à superfície da água e retire-os com o auxílio de uma escumadeira. Acomode-os sem amontoá-los em um pirex, com um pouco do molho ao fundo.


9- Faça o molho de sua preferência, coloque bastante queijo parmesão ralado sobre os nhoques e saboreie. Huuuummmm...

21 de nov de 2009

Quindim ou Quindão Econômico


-->
Esse pudim é bem gostoso e econômico, pois não leva muitos ovos, como em outras receitas.
Você pode ser fazer quindim em unidades individuais, utilizando formas de empadinha, ou fazer um quindão, bastando colocar em um pirex ou forma de buraco central... Você decide.


-->
Ingredientes:
1 colher de sopa de margarina para untar
4 gemas (eu costumo peneirar as gemas para amenizar o cheiro do ovo)
1 ovo inteiro
3 xícaras de açúcar
50 gr. de coco ralado
200 ml. leite de coco
1 colher de chá de essência baunilha, ou de coco
Corante alimentício amarelo a gosto (opcional)

Modo de Preparo:
Unte uma forma com margarina e passe um pouco de água em toda a forma, mas não deixe excesso. Reserve .
Bata todos os ingredientes no liquidificador, coloque na forma reservada e leve ao forno em banho-maria, coberto com papel alumínio, por mais ou menos 1 hora. Retirar o papel alumínio e deixe alguns minutos para dourar, ligeiramente não muito. Espere amornar para desenformar, leve a geladeira e sirva bem geladinho.

Dicas: Para decoração utilize: fios de ovos, ou coco ralado, ou cerejas, ou chantili, ou folhas de hortelã...

20 de nov de 2009

Zumbi

Líder do quilombo dos Palmares


Zumbi foi o grande líder do quilombo dos Palmares, respeitado herói da resistência anti-escravagista. Pesquisas e estudos indicam que nasceu em 1655, sendo descendente de guerreiros angolanos. Em um dos povoados do quilombo, foi capturado quando garoto por soldados e entregue ao padre Antonio Melo, de Porto Calvo. Criado e educado por este padre, o futuro líder do Quilombo dos Palmares já tinha apreciável noção de Português e Latim aos 12 anos de idade, sendo batizado com o nome de Francisco. Padre Antônio Melo escreveu várias cartas a um amigo, exaltando a inteligência de Zumbi (Francisco). Em 1670, com quinze anos, Zumbi fugiu e voltou para o Quilombo. Tornou-se um dos líderes mais famosos de Palmares. "Zumbi" significa: a força do espírito presente. Baluarte da luta negra contra a escravidão, Zumbi foi o último chefe do Quilombo dos Palmares.

Fonte ``Brasil Escola``