Pesquisa do Blog

1 de jun de 2010

Como se comportar em eventos de negócios

As regras de boas maneiras regem o nosso dia-a-dia, principalmente no trabalho ou quando participamos de eventos profissionais.

A boa impressão é conseqüência do comportamento correto no dia-a-dia não só na maneira de se vestir, mas em entrevistas com clientes, reuniões, almoços ou jantares de negócios, palestras, cursos, convenções, viagens de negócios e no tratamento com aqueles que trabalham conosco todos os dias.

Participar de cursos, seminários, simpósios, palestras e cursos de aperfeiçoamento profissional, sejam eles técnicos ou humanos, contribuem no engrandecimento pessoal e na própria ascensão profissional

DICAS IMPORTANTES PARA QUEM PARTICIPA DE UM SEMINÁRIO, PALESTRA, CERIMONIAL OU REUNIÃO
- A pontualidade é uma forma de respeito ao evento, aos convidados e ao palestrante. Hábito não muito comum entre a maioria das pessoas em eventos e solenidades sociais e profissionais, a pontualidade é cortesia de reis. É desgastante para quem se apresenta em público iniciar uma palestra, conferência ou reunião com atraso devido à impontualidade de muitos, ou da maioria. Os atrasados dispersam a atenção do palestrante e das pessoas já acomodadas quando entram no recinto do evento.

- Compareça com trajes adequados. A indumentária tem forte poder de influência nos nossos relacionamentos sociais e profissionais. Vestir-se de forma consciente, harmoniosa e equilibrada continua sendo o segredo das pessoas bem sucedidas e elegantes.

- Lembre-se da frase de chamada do filme O sexto sentido: "- Vá, mas leve sua alma junto!"
Há pessoas insensíveis, rancorosas, mal-humoradas e sem propósito de vida que fazem questão de se refestelarem numa cadeira demonstrando falta de interesse, deboche ou pouco caso com o evento e com o palestrante. Este impacto negativo para o palestrante é aborrecedor. Mantenha uma boa postura na cadeira em que se encontra sentada, tente expressar carisma e envie uma vibração positiva para quem fala em público. Um dia você poderá passar pela mesma situação, estando com a palavra...

- No momento solene de hastear a bandeira assim como do cantar o hino nacional, seja patriota. Respeite este momento tão importante e, para muitos, emocionante. Não há necessidade de cantar alto e nem colocar a mão no peito, ficando estático. Naturalidade e espontaneidade moderadas!

- Aprenda a ouvir. Não altere a voz. Não perca o equilíbrio. Respeite quem tem a palavra.


- Não demonstre irritação ou inquietação.

- Evite conversas paralelas. Nada pior para quem palestra do que pessoas que cochicham e conversam entre si, dispersando a atenção de muitos participantes e do próprio palestrante. Aguarde o momento oportuno para suas considerações, observações, colocações ou perguntas.

- Evite comer durante o evento. Os ouvidos e sentidos de quem estão se apresentando estão super sensíveis neste momento de tensão e ansiedade...

- Desligue o celular! Irrita quem tem a palavra e, principalmente, quem é obrigado a ouvir não somente o aparelho tocando, como a própria conversa de quem o atende e se esquece de que está num evento, e não na sala de sua casa.

- Evite se distrair.

- Evite transitar pelo local, assim como sair antes do término do evento.

EM REUNIÕES DE TRABALHO À AINDA OUTRAS DICAS RELEVANTES, ALÉM DAS JÁ CITADAS:
- Procure se informar sobre a pauta da reunião pesquise o assunto e junte informações objetivas, isso poderá dar a você propriedade e destaque quando falar qualquer coisa.

- Ao chegar sente-se onde lhe parecer mais agradável, mas nunca no lugar do chefe.

- Quem começa e termina a reunião falando é o chefe.

- Procure falar na hora certa. Se concordar, reforce com argumentos que acrescentem conteúdo ao que foi dito e seja convincente, se discordar, tome o cuidado de esclarecer os motivos para não parecer um “agitador” e ofender os seus colegas. Nunca interrompa a fala do chefe de forma abrupta.

- No momento em que estiver falando, olhe para as pessoas ao seu redor e quando alguém falar olhe para ele como forma de atenção.

-Quando não tiver uma opinião ou sugestão, não fale por falar, fique calado e escute.




Fonte: Lívio Callado & Lindomar Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário