Pesquisa do Blog

2 de fev de 2013

Pense Nisso...


Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei

Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.



*Bertolt Brecht in. “Poemas do Exílio”, 1939.


Bangladesh - 1989.
Photo: Sebastião Julio Salgado



O Poema do Exílio foi escrito em 1939, mas ainda hoje 74 anos depois, parece tão atual. Continuamos sem nos importamos com acontecimentos do dia a dia... A cada dia pessoas são vítimas de bala perdida... Políticos corruptos são apontados e denunciados frequentemente, nada é feito eles continuam no poder, ficamos um pouquinho indignado e mais nada... Hospitais públicos sucateados e sem atendimento digno... Escolas públicas em greve por meses e meses...  Privatizações sem sentido... Isso e tantas outras coisas que lemos nos jornais, ou ouvimos nos noticiários da TV... Mas nós não nos importamos tanto assim, ou não parecemos nos importar tanto assim... 

ATE QUANDO VAMOS CONTINUAR ANESTESIADOS???

3 comentários:

  1. Oi querida.
    As leis raciais fizeram isso mesmo por aqui!!! E' necessario combater a cada dia para que nunca mais aconteca exatamente esta descriçao.
    Bom fim de semana.
    thais

    ResponderExcluir
  2. Devemos parar de se preocupar só com nós mesmos, Ninguém vive sozinho.
    Sé só pensarmos em nós o mundo só tende a piorar e nada vai mudar !

    ResponderExcluir