Pesquisa do Blog

30 de jan de 2015

Peixe com Leite de Coco Super Fácil de Fazer no Papel Alumínio

Rápida, Deliciosa, Saudável, Super Fácil e Sem Sujeira... Essa receita de peixe feita no papel alumínio é Tudo de Bom.

Ingredientes:
1kg filet de peixe (preferencialmente branco)
2 maçãs sem sementes cortadas em fatias bem finas (use um fatiador de legumes)
1 colher das de chá de gengibre ralado em ralo fino
200 ml de leite de coco
1 colher das de chá de curry
2 colheres das de sopa de folhas de coentro bem picadinha
Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
- Tempere o filé de peixe com sal e pimenta do reino e reserve. em um recipiente que que comporte todos os outros ingredientes, misture o leite de coco com o curry, e o gengibre ralado e deixe pelo menos 10 minutos para apurar o sabor.
- Abra uma folha de papel laminado dupla em que caiba todos os ingredientes (algo em torno de 40x40cm) coloque o peixe bem no centro e levante bem as beiradas do laminado, coloque as fatias de maçã (ou pode usar pêra), as folhas de coentro e junte o leite de coco temperado.
- Feche bem o laminado como "um  envelope, ou uma trouxinha" (veja a foto abaixo), vedando completamente para manter o vapor durante o cozimento.
- Leve ao forno pre-aquecido a 200ºC durante 15min. 
- Abra com cuidado o papel alumínio por causa do vapor, e sirva o peixe logo em seguida, acompanhado de arroz e purê de batatas.

É assim que deverá ficar o seu papelote com o peixe antes de ir ao forno.


27 de jan de 2015

Saiba como Remover 38 Tipos de Manchas Difíceis Sem Danificar o Tecido das Roupas

Não há nada pior do que olhar para o tanque, ou máquina de lavar roupas e nos depararmos com uma pilha imensa de roupas sujas. Principalmente quando algumas estão com manchas de gordura, graxa, café, chiclete ou molho de tomate. O que acaba acontecendo é que perdemos um tempão tentando removê-las e as vezes terminando por danificar o tecido da roupa.
Uma das principais regras básicas para remover manchas difíceis, e não deixá-la secar e limpá-la o mais rápido possível, descobrir o tipo de mancha que está no tecido, remover o máximo possível do agente causador da mancha antes de tratá-la com um produto removedor, entre outros.

Agora que você já sabe as providências que devem tomar e as regras básicas, darei dicas de como remover 38 tipos de manchas diferentes e como deve ser procedido com cada uma delas. Confira a seguir:
1. Manchas Oleosas, Gordura ou Graxas
Você pode tentar tirar com um detergente doméstico (de cozinha), mas use um
sem cor. Aplique sobre a mancha, esfregue com água, aguarde cerca de 3
minutos e ponha para lavar.
O talco também ajuda. Ele absorve parte da oleosidade. Aplique bastante talco sobre a mancha e deixe poralgumas horas. Depois lave bem. Se não tiver talco, tente farinha de trigo ou ainda um papel bem absorvente, pressionando bem com para tirar o excesso.
Existem alguns produtos de pré-lavagem nas prateleiras dos supermercados que podem ajudar bastante. Olhe no verso das embalagens e procure na composição um produto chamado “tensoativo”. Ele é ótimo para tirar esse tipo de mancha. O sabão de lavar roupas também tem este tensoativo, mas em menor concentração.
Em gorduras mais concentradas, você pode molhar uma escova de roupa em uma mistura de água e amoníaco e passar sobre a mancha. Repita a operação,
desta vez embebendo a escova em água e vinagre.
A margarina vegetal pode ajudar a tirar as manchas de graxa. A margarina tem certa oleosidade, mas não vai estragar a sua roupa.
2. Chiclete 
Você pode colocar a roupa no congelador (dentro de um saco plástico) e
esperar o chiclete endurecer.Ele deve endurecer e sair com facilidade.
Se o freezer estiver cheio e não tiver lugar para a roupa, passe simplesmente uma pedra de gelo sobre a mancha.
3. Batom
Primeiro passe um tecido ou uma toalha absorvente para tirar o excesso. Cuidado para não espalhar ainda mais. Lave com detergente transparente ou
branco (aquele de cozinha mesmo) esfregando delicadamente.
Se não sair, deixe de molho com leite morno.
Se a mancha persistir, misture removedor com um pouco de detergente
neutro, esfregue a mistura na mancha suavemente e coloque para lavar.
Esfregar com álcool sobre o tecido também pode resolver o problema. Deixe outro tecido atrás para que a mancha seja transferida para ele.
4. Café
Além de o café ser meio que um corante natural, normalmente ele está quente,
o que ajuda a fixar a mancha. Aja rápido e lave com água bem quente (se
possível fervendo) e sabão até sair. Se não deu para lavar na hora, tente remover com um tecido molhado em glicerina (fazer o procedimento por meia hora) e depois lavar com água quente e sabão.
5. Cerveja
Passe algodão com álcool sobre a mancha e lave com água morna e sabão. Se não sair, tente aplicar água oxigenada sobre a mancha, aguarde alguns minutos e lave com água quente.
6. Esmalte de Unhas
Use a acetona ou o removedor de esmaltes e em seguida lave com água e sabão. Sempre coloque outro tecido atrás para que a mancha possa ser transferida. Atenção: Não use a acetona sobre um tecido de acetato. Ela vai destruí-lo.
7. Chocolate
Tire o excesso na hora com um tecido ou com um papel bem absorvente, com
cuidado para não espalhar mais a mancha. Lave imediatamente com água e
sabão.
Se a mancha for antiga, deixe de molho em leite quente por umas duas horas e depois lave. Se não sair use álcool e esfregue delicadamente. Outra opção é aplicar glicerina sobre a mancha e lavar com água morna.
É muito mais difícil tirar uma mancha de fondue de chocolate se não agir na hora lavando com água e sabão. A mancha fixa muito mais com o chocolate ainda quente
8. Suco de Frutas ou Manchas de Frutas 
Procure lavar na hora com água e sabão para evitar que a mancha fixe à roupa.
Se não puder lavar na hora, deixar de molho em água oxigenada, água e sabão e depois lavar com água quente e sabão é quase sempre suficiente, mas algumas manchas de frutas são mais difíceis de tirar.
Se a mancha não sair, deixe de molho em leite morno por cerca de uma hora e depois lave com água e sabão.
Algumas manchas mais profundas podem ainda resistir. Neste caso lave com vinagre branco e álcool.
As Manchas de banana podem ser retiradas também esfregando um pouco de
querosene no local. Cuidado para não esfregar demais ou pode desbotar o
tecido.
9. Molho de Tomate
Se possível tente lavar na hora com água e detergente de cozinha sem cor.
Você também pode tentar lavar com água, sabão e alguns daqueles produtos com “tensoativo” encontrados nas prateleiras dos supermercados (nós já falamos deles para tirar manchas oleosas e de gordura). Aplicar uma camada de talco no local ajuda a absorver o excesso. Você pode também utilizar amido em pó, deixando até secar bem e esfregando em seguida com escova.
10. Ferro de Passar
Se você usou o ferro muito quente sobre um tecido sintético, pode ser que
ele tenha fundido superficialmente (derretido como um plástico). Pode ser que não tenha solução. Experimente esfregar em diversas direções com uma escova de roupas de pontas duras até levantar novamente os “pelos” achatados e sumir com a diferença de tonalidade.
Se for uma fibra natural, use o vapor do próprio ferro e esfregue delicadamente
com uma escova de pontas suaves sobre a marca e lave com água e sabão.
Experimente expor a mancha ao vapor de água, esfregando com uma solução
de limão e sal.
Ou, passar sobre o amarelado um chumaço de algodão embebido em água oxigenada; depois água pura.
11. Lama / Barro
É melhor removê-las depois de seco, com uma escova áspera. Se não sair, diversas lavagens seguidas vão progressivamente eliminando a sujeira. Se for deixar de molho, lembre de trocar a água várias vezes ou ela ficará lamacenta e sujará toda a roupa. Aplicar vinagre branco na água pode ajudar.
12. Mofo
Primeiro deixe de molho em água bem quente por cerca de 30 minutos. Em seguida lave em água fervente com bicarbonato de sódio. Duas colheres de
bicarbonato para cada litro de água são suficientes. Depois enxágüe em água corrente e em seguida com água e amoníaco. Utilize uma colher de sopa de amoníaco para cada 2 litros de água. Seque ao sol. Outra opção é tentar aplicar água oxigenada sobre a mancha e deixar secar ao sol.
15. Desodorante e Suor
O problema é que o desodorante reage com o suor. Existem diversos tipos
de desodorantes e mais do que um tipo de suor. Algumas opções podem dar
resultado, dependendo do tipo de desodorante, do tipo de suor, da mancha existente e do tipo de roupa. Você pode começar usando um tensoativo, aplicando sobre a mancha por 5 minutos e depois lavar.
Outra solução possível é aplicar água oxigenada diretamente sobre a mancha,
deixar cerca de 20 minutos e depois lavar com água quente, mas esta opção pode clarear a peça na região em que foi aplicada, então é melhor utilizá-la em roupas brancas ou claras.
Se não funcionar, você também pode tentar aplicar água com bicarbonato de sódio sobre a mancha, deixar de molho e depois lavar com água e sabão.
Se ainda não deu certo, tente aplicar suco de limão e depois lavar bem com
água e sabão. Se ainda não saiu, há a opção de usar vinagre branco sobre o local e depois lavar bem.
16. Tinta de Parede
Normalmente sai com querosene, gasolina ou benzina, mas lembre-se dos cuidados para aplicar a benzina sem manchar ainda mais. Deixar de molho em aguarrás também funciona.
17. Vinho
Aja rápido, lave na hora com água (se possível morna) e sabão. Alguns restaurantes têm sempre um pouco de talco para jogar nesta hora, mas farinha de mandioca ou polvilho também pode ajudar a absorver o liquido derramado.
Se não tiver como fazer algo na hora, ao chegar em casa esprema suco de limão e lave com água quente. Outra saída é esfregar vinho branco na mancha de vinho tinto e depois lavar com água e sabão.
Se for uma roupa branca ainda há a possibilidade de lavar com alvejante sem cloro (jogue sobre a mancha) e depois lave com água, sabão e alvejante à fervura por 30 minutos.
18. Vela
Aparafina da vela derrete com facilidade. Retire o excesso esfregando com o lado sem corte da faca e depois coloque a mancha entre dois tecidos e passe com ferro quente.
19. Ferrugem
Existe um produto chamado Semorim que pode ser encontrado nos  supermercados que resolve o problema. O produto químico responsável pela solução é o ácido oxálico. Se você encontrá-lo em outros produtos concorrentes com este ácido também poderá usar.
A solução doméstica é aplicar suco de limão verde e água morna sobre a mancha. Coloque a roupa para secar em um local que tenha sol.
20. Blush
Tente tirar com álcool. Se não sair, passar éter embebido em algodão pode
ajudar. Lembre de deixar um tecido atrás para transferir a mancha.
21. Manchas de punho e gola
Umedeça a gola e os punhos e esfregue com sabão de coco em pedra. Esfregue bem, mas sem danificar a peça. Deixe de molho por cerca de duas horas. Lave
em seguida com água e sabão de coco líquido ou em pó.
22. Mel
Passe na mancha uma solução de bicarbonato de sódio diluído em água quente. Depois lave normalmente.
23. Roupas Brancas amareladas pelo tempo
Não use alvejante a base de cloro, nunca. Se você já usa normalmente, pare
de usar. É bem provável que ele seja o problema. Ele branqueia no primeiro momento, mas vai deixando as roupas mais e mais amareladas com o tempo e o tecido fica mais fraco. Neste caso não tem mais como tirar.
Com o tempo as roupas tendem a amarelar e é preciso voltar a alvejá-las. Procure nos supermercados os alvejantes sem cloro. Eles são a base de água oxigenada (peróxido de hidrogênio). Olhe no verso da embalagem (na  composição do produto) se está escrito: “peróxido de hidrogênio”, este é o nome químico da água oxigenada. Ele também alveja (branqueia) e não estraga as fibras como os alvejantes com cloro. Você também pode aplicá-lo sobre a maioria das manchas para ajudar a retirá-las. Não use nenhum tipo de alvejante em roupas coloridas, mesmo que na embalagem diga que você pode fazê-lo.
Para reduzir o problema de amarelamento das roupas lave com alvejante sem cloro (com peróxido de hidrogênio, mais conhecido por água oxigenada) em água bem quente. Depois deixe secar ao sol. Repita a operação algumas vezes até clarear bem.
Para roupas de algodão e linho: Ferva o tecido numa panela bem limpa por 1 hora em uma solução de sal e bicarbonato de sódio.
Seda Branca: Depois de ser lavada e enxaguada encubra-a por completo num
recipiente contendo água e 1/2 litro de leite cru. Alguns minutos de molho são suficientes.
24. Seda colorida:
Se a cor for firme, acrescente à última água, uma ou duas colherinhas (chá) de açúcar. Enrole a peça numa toalha limpa, bem apertada, e passe o ferro ainda úmida.
Se você notar que a roupa desbota, não a deixe de molho; ensaboe-a e enxágüe rapidamente para que não manche.
Na última água, coloque um pouco de vinagre e deixe secar à sombra.
25. Lycra Branca:
Depois de lavada e enxaguada, deixe-a por um pouco tempo de molho em
água contendo um pouco de bicarbonato. Em seguida, secar à sombra.
26. Lycra de Cor: Se a peça é cor, não deixe-a em hipótese algum de molho. Caso contrário ela manchará.
Portanto, ela dever ser lavada separadamente da mesma hora em que for molhada.
27. Nylon Branco:
Fermento em pó, é ótimo para evitar que roupas de nylon branco fiquem
amareladas depois da lavagem. É só mantê-las por alguns segundos numa
solução de água com um pouco de fermento em pó.
28. Respingos de alvejante: 
Algumas manchas não saem mesmo, como aquelas que aparecem quando respingamos alvejantes clorados, ou seja, que tenham na composição (olhe no verso da embalagem) um produto químico chamado “hipoclorito de sódio” (como na Cândida, Água Sanitária ou outras marcas). Neste caso, só tingindo
de novo em uma cor bem escura. Lembrando que se a os costuras forem em
linha sintética, o tingimento não ficará uniforme.
29. Mancha de outra cor (Peças de cores diferentes misturadas na máquina)
Neste caso o que ocorreu é que o corante de uma peça tingiu a outra. Aja
rápido. Não deixe secar e lave a quente a peça manchada com alvejante a
base de peróxido de hidrogênio (mais conhecido por água oxigenada) até
a mancha sair. O problema é que a cor original da peça pode sair um
pouco também.
30. Geléia: 
Coloque talco sobre a mancha espere alguns minutos e sacuda para retirar a maior parte do talco. Depois molhe na mistura de um quarto de álcool e três quartos de água, lave novamente com água pura e deixe secar.
Morango.Coloque a parte manchada dentro de água fria por alguns minutos, em seguida esfregue a mancha com rodela de limão, passe por água limpa, coloque de molho com sabão em pó e lave em água morna.
31. Mertiolate: 
Misture uma colher de chá de detergente neutro, não alcalino (sem cloro) em um copo de água morna.
Molhe, coloque uma colher de chá de amônia em meio copo de água, molhe
novamente, misture um terço de vinagre branco com dois de água e
finalmente molhe novamente. Passe mais uma vez o detergente neutro com
água morna e com uma esponja embebida em água limpa pressione no local.
Com a esponja seca vá retirando o máximo de liquido. Espere secar em
lugar ventilado.
32. Mercurocromo Tecido:
Coloque num balde 4 litros de água quente com mais 4 colheres de sopa
de água sanitária, e uma colher de café de vinagre branco ou de suco de
limão.
Deixe imerso o tecido por 15 minutos,em seguida esfregue e enxágüe abundantemente.
33. Molhos: 
Cubra com glicerina a parte manchada.
Passada uma hora, coloque o tecido de molho e lave depois com sabão em pó e água morna.
34. Shoyu (molho): 
Se pingar shoyu em sua roupa, pegue tirinhas de nabo – que acompanham o
prato – e esfregue discretamente no local. Quando for lavar, a mancha
sairá por completo.
35. Tintura para cabelo:
Limpa-se com uma solução de ácido nítrico e ácido oxálico em partes
iguais, deixe sobre a mancha por alguns minutos e depois lave em água
fria.
36. Tinta de carimbo: 
Este tipo de mancha sai com a aplicação de suco de limão no local, polvilhado com sal fino.
Espere uns 20 minutos .
37. Tinta óleo-pintura de quadros:
Se sujar a roupa, no momento da pintura, basta limpá-la com detergente,
sem molhar a roupa com água, apenas o detergente, esfregar com a mão ou
uma bucha , que a tinta sairá completamente da peça.
A limpeza deve ser feita no mesmo dia
38. Grama: 
Manchas de grama saem quando esfregadas com álcool.
E para finalizar, nunca lave artigos como ternos ou vestidos de seda em
água. Neste caso envie a uma lavanderia especializada para lavar a
seco. Eles usam alguns solventes que são muito bons para retirar
manchas oleosas.

Bem espero ter ajudado com as dicas, se tiverem outras, peço que compartilhem conosco, pois é sempre bom aprender.
Beijos e até a próxima.


Fonte: Blog Amelias

25 de jan de 2015

Sanduíche com Pasta de Azeitona

Domingo é dia de video game e lanche com os Amigos.

Ingredientes:
150 g de cream cheese (eu uso Philadelphia)
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de orégano
Sal a gosto
1/2 xícara de azeitonas pretas sem caroço 
1/2 xícara de azeitonas verdes sem caroço 
8 mini pães franceses
8 folhas de alface pequenas

Modo de preparo:
- Triture, no processador de alimentos, as azeitonas, o orégano, o azeite e o cream cheese até formar uma pasta.
- Abra os pães ao meio, recheie com a pasta de azeitonas e coloque a folha de alface dobrada.
- Feche o sanduíche e sirva junto com uma tarde agradável com amigos  :)



22 de jan de 2015

Mousse de Manga

Uma sobremesa pra ninguém botar defeito.

Ingredientes:
1 clara
2 colheres de sopa de açúcar
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
1/2 xícara de água
1 pote de iogurte natural
1 manga picada

Para a Calda: 
1/2 manga
1 xícara de açúcar
1/2 xícara (chá) de água

Modo de preparo
Para a Calda: bata todos os ingredientes no liquidificador e depois cozinhe, em fogo brando, em uma panela por cerca de 10 minutos. Reserve para esfriar. 

Bata as claras em neve com uma pitada de sal. Na sequência, coloque o açúcar aos poucos e com a batedeira em velocidade. Depois de incorporado reserve. Em um potinho, adicione a gelatina e derrame sobre a mesma a água. Deixe hidratar por cerca de 2 minutos. Em seguida, aqueça em banho-maria ou no micro-ondas rapidamente, apenas para dissolvê-la. Transfira para um liquidificador junto com o iogurte e a manga. Bata tudo por aproximadamente 1 minuto. Transfira para a vasilha das claras em neve, aos poucos e mexendo sempre para incorporar. Divida em taças e leve para a geladeira por cerca de 1 hora para firmar. Depois desse tempo, coloque uma boa colherada da calda sobre cada uma das mousses.



Fonte: Daniel Bork

17 de jan de 2015

Almôndegas de Micro-Ondas Facílimas

Sabe aquela receita deliciosa de almôndegas da vovó? Pois é, aprimoramos essa delícia com um toque bem moderno. Ela vai ser assada no micro-ondas, o que é muito mais saudável, já que não será frita, além de ser muito prática. Depois de assada, você pode servi-la com o molho que quiser, com os acompanhamentos que preferir,  sem erro nem dor de cabeça.

Ingredientes:
500g de carne moída (patinho)
1 1/2 xícaras de farinha de rosca
1 colher de sopa de molho Inglês
1 cebola ralada
1 ovo
1/2 xícara de leite
Sal a gosto
Pimenta-do-reino branca a gosto
Salsinha picada a gosto
4 dentes de alho picados

Modo de preparo:
- Misture bastante todos os ingredientes em uma vasilha. Se for necessário, aumente a quantidade de farinha de rosca até a mistura dar liga.
- Cuidado quando for acrescentar o sal, pois o molho inglês já é bem salgadinho.
- Deixe a mistura descansar uns 10 minutos para que fique na consistência ideal de fazer as bolinhas.
- Separe um refratário de vidro que possa ir ao micro-ondas.
- Unte a mão com um pouquinho de óleo para que as almôndegas não grudem.
- Pegue pequenas porções da massa, faça bolinhas e arrume no refratário.
- Evite fazer as bolinhas muito grandes, porque assim elas vão demorar de cozinhar.
- Tenha o cuidado de fazer as almôndegas basicamente no mesmo tamanho, para elas cozinharem por igual.
- Leve as almôndegas ao forno de micro-ondas por 4 minutos, em potência alta
- Depois disso, vire o lado das almôndegas e coloque no micro-ondas novamente por mais 6 minutos, em potência alta.
- Pronto! A base da almôndega está pronta!
- Agora você prepara o molho da sua preferência, pode ser molho de tomate pronto, cobre as bolinhas no refratário e leva ao micro-ondas por mais quatro minutos, que é o tempo suficiente do molho penetrar nas almôndegas.

# Dica Esperta: Almôndegas combinam muito bem com arroz, acompanhadas com uma saladinha verde ou brócolis e purê de batata. Salpique queijo ralado na almôndega na hora de servir, fica delicioso e bonito.  Almôndegas também são excelentes opções de petisco, e com essa receita fácil, você pode até prepará-las para visitas inesperadas. Coloque o molho de sua preferência para acompanhar. Você pode também fazer um sanduíche com suas almôndegas. Fica uma delícia.


Fonte: Cozinha Itatiaia

14 de jan de 2015

Suco de Manga e Melancia

Que calor infernal que está fazendo aqui no Rio de Janeiro... Ufa!!!
E nada melhor que um delicioso suco para repor as energias, hidratar e ajudar amenizar o calor.

Ingredientes:
1 manga tommy média 
2 xícaras de melancia sem as sementes e cortada em cubos
4 a 6 cubos de gelo

Modo de preparo:
- Uma tábua, descasque a manga e corte em pedaços. Despreze o caroço.
- Em um liquidificador, bata a manga, a melancia e os cubos de gelo.
Coe o suco e distribua o suco entre 4 copos.
- Sirva a seguir.


12 de jan de 2015

Sorvete de Chocolate com Pimenta

Uma combinação surpreendente.

Ingredientes:
1 ½ litro de leite
300 ml de creme de leite
120 g de açúcar
140 g de cacau em pó, ou chocolate em pó de boa qualidade
120 g de raspas de chocolate amargo
5 pimentas dedo-de-moça sem as sementes e beeemm picadinhas

Modo de preparo:
- Em uma panela coloque o leite, o creme de leite e o de açúcar e leve ao fogo médio para aquecer.
- Quando atingir a temperatura de 50°C (quando iniciar a fervura) adicione o de cacau em pó e as pastilhas de chocolate amargo e misture bem até derreter.
- Coloque a mistura num pote e leve ao freezer até endurecer (+/- 4 hs).
- Coloque a mistura (congelada) na batedeira e bata bem até formar um creme.
- Leve novamente ao freezer e deixe até endurecer. Repita o mesmo procedimento mais 3 vezes para proporcionar o máximo de cremosidade ao seu sorvete.
- Coloque então a pimentas dedo-de-moça, bata com um mix e sirva em seguida acompanhada ou não de uma calda de chocolate (veja a receita a Aqui) e raspas de chocolate para finalizar e decorar.


Nota: Claro que você pode fazer esse delicioso sorvete sem a colocação da pimenta, mas garanto que o sabor da pimenta e do chocolate combinam muito bem. 


8 de jan de 2015

Mexidinho Chic

Comida simples do dia a dia que agrada a todos, mas apresentada de um jeitinho diferente e com muito carinho. 

Ingredientes:
3 de óleo
1 linguiça defumada e fatiada
1 dente de alho picado
1 xícara de couve fatiada
1 colher de sopa de coentro picado
1 colher de sopa de farinha de mandioca grossa
1 xícara de feijão cozido (use a sobra do almoço ou jantar)
1 xícara de arroz branco cozido (use a sobra do almoço ou jantar)
3 ovos frito (pode ser o de galinha comum, ou de codorna)
Sal a gosto

Modo de preparo:
- Aqueça o óleo em uma panela e doure a linguiça. 
- Em seguida, doure o alho. Acrescente a farinha, o feijão e misture. 
- Adicione o arroz, envolva tudo e coloque em uma cumbuca. 
- Finalize com o ovo por cima e sirva.


6 de jan de 2015

Uma História, uma Tradição, uma Receita: Bolo de Reis

Celebrava-se o dia de Reis no dia 6 de Janeiro, pois partimos do princípio que foi nesta data que os Reis Magos chegaram finalmente junto ao Menino Jesus (em alguns países é no dia 6 de Janeiro que se entregam os presentes e não no Natal, na noite de 25 de Dezembro).

Ao chegarem ao seu destino, os Reis Magos deram como presentes ao Menino Jesus:
- Ouro (oferecido por Belchior): este representa a sua nobreza;
- Incenso (oferecido por Gaspar): representa a divindade de Jesus;
- Mirra (oferecido por Baltasar): a mirra é uma erva amarga e simbolizava o sofrimento que Cristo enfrentaria na Terra, enquanto salvador da Humanidade, também simbolizava Jesus enquanto homem.
Assim, os Reis Magos homenagearam Jesus como Rei (ouro), como Deus (incenso) e como Homem (mirra).

Sabe-se que a origem deste Bolo data-se perto de 2 mil anos.
O Bolo de Reis, também conhecido como Bolo Rei e Bolo da Sorte, é uma doce representação dos presentes oferecidos pelos Reis Magos ao Menino Jesus.
A  parte exterior simboliza o ouro, as frutas secas e as cristalizadas no interior do bolo representam a mirra, o incenso está representado no aroma do bolo   (as frutas e a forma circular do bolo com um buraco no centro, aparenta uma coroa incrustada de pedras preciosas).

Um bolo recheado com fava:
Foram os romanos  os primeiros a colocar uma fava escondida no bolo. Esta prática foi introduzida nos banquetes das Saturnais, durante as quais se procedia à eleição do Rei da Festa, também chamado Rei da fava (seria aquele que encontra-se a fava escondida).
A influência da Igreja na Idade Média determinou a criação do Dia de Reis. Assim a receita do Bolo Rei, que proporcionava prosperidade a quem comesse à fatia que possuísse a fava, correu o mundo (para que a profecia se concretize é preciso que a pessoa que  receba a fatia com a fava, ofereça o Bolo Rei no ano seguinte, ok).
A explicação para a existência da fava no interior no bolo rei está ligada também a uma lenda, segunda a qual quando os Reis Magos viram a estrela de Belém que anunciava o nascimento de Cristo, disputaram entre si o direito de entregar ao menino os presentes que levavam. Como estes não conseguiam chegar a um acordo, um padeiro, propôs fazer um bolo com uma fava no interior da massa, em seguida, cada um dos três magos do  Oriente pegaria numa fatia, o rei que tivesse a sorte de retirar a fatia que possuísse a fava, ganharia o direito de entregar os presentes a Jesus. Não se sabe qual foi contemplado com a fatia premiada, pode ter sido qualquer um dos três, Baltazar, Belchior ou Gaspar.

Foram os portugueses trouxeram a receita do Bolo Rei para o Brasil (a primeira casa em Portugal onde se vendeu o Bolo Rei foi a Confeitaria Nacional, em Lisboa, certamente depois de 1869. Outras confeitarias do local passaram a vender a delícia. Logo diversas maneiras diferentes de preparar receita surgiram, sempre respeitando a tradição do recheio de fava). E por aqui, ainda hoje o Bolo de Rei é degustado no dia 6 de Janeiro, quando os cristãos celebram a adoração do Menino Jesus pelos Reis Magos.
A receita brasileira no entanto substitui a fava por um brinde. Costuma-se colocar na massa uma medalhinha (medalhinhas de santinhos) e uma aliança. O significado é:
- Quem pegar o pedaço do bolo com a medalhinha vai ficar pra titia(o), não se casará, mas terá sorte durante o ano.
- Quem pegar o pedaço do bolo com a aliança se casará logo, e será feliz no amor.
                             
A tradição do Dia de Reis mantém viva a simbologia do Natal de Fé, Prosperidade e Esperança.

BOLO DE REIS
Ingredientes:
Massa
200 g de manteiga em temperatura ambiente
1 xícara de açúcar mascavo
4 ovos
1 lata de Leite condensado
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento químico em pó
1 xícara de fruta cristalizada
1 xícara uva-passa preta sem semente

Glacê
2 xícaras e meia de açúcar de confeiteiro
2 colheres de sopa de leite quente
2 colheres de sopa de suco de limão
  
Modo de preparo:
Bolo
Bata a manteiga na batedeira até virar um creme. Adicione o açúcar mascavo e junte as gemas uma a uma, batendo sempre até que fiquem bem incorporadas à massa. Acrescente o LEITE condensado em fio, sem parar de bater. Desligue a batedeira e misture a farinha de trigo peneirada junto com o fermento, as frutas cristalizadas e as passas. Por último, incorpore delicadamente as claras em neve. Asse em fôrma grande com furo central (25cm de diâmetro), em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 1 hora. Desenforme o bolo ainda quente.

Glacê
Misture os ingredientes e despeje sobre o bolo. Decore com cerejas e folhinhas feitas com figo ou limão cristalizado